Textos



             ESTA SOU EU...
 
Sou pequena, sou magra
e minha voz é soprano.

Pareço tão frágil!
Entretanto sou guerreira,
nada me desmonta.

Todos os dias acordo e vou à luta,
sujeitando-me, como todos,
às delícias e às dores que colherei...
Serão grandes alegrias ou dissabores...
Impossível saber.
O que não fiz bem, refarei,
o que não terminei, acabarei,
o que não tem jeito, aceitarei,
virarei a página e deletarei.
Sempre desculpo a quem me magoou,
nunca adormeço, ao fim do dia, derrotada.
Os problemas soluciono,
os obstáculos transponho
e as pedras do caminho...
essas guardo para enfeitarem meu jardim.
Sou generosa e ética,
incorruptível e terna.
Não me interessam caminhos retos
e conhecidos,

gosto das surpresas das curvas.
Amo ler, amo o sol, a chuva e o vento.
Abomino a tirania e o desrespeito.
Não tenho nenhum tipo de preconceito.
Não tenho medo de nada.
O passado ensinou-me,
o presente escrevo na página em branco,
o futuro é realização de anseios.
 

POST SCRIPTUM: A fim de que o poema não ficasse extenso demais, deixei de elencar aqui meus defeitos, o que farei em outra ocasião... ou não. 

                  

 
LuciaArmenioLeal
Enviado por LuciaArmenioLeal em 03/05/2019
Alterado em 03/05/2019


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr